domingo, 30 de junho de 2013

Filme Engenhos e Usinas - Humberto Mauro

Por James Davidson

video


Pesquisando na Internet encontrei uma das obras primas do cineasta Humberto Mauro - o filme Engenhos e Usinas. Mineiro, Humberto foi um dos grandes cineastas do Brasil de meados do século XX e que nos legou muitas obras sobre a cultura popular brasileira que valem apena conhecer. Engenhos e Usinas é um filme que retrata a substituição dos engenhos primitivos, chamados de banguês, pelas usinas modernas. Este fato ocasionou o desaparecimento do engenhos tradicionais que ficaram de "fogo morto". Como a região do Vale do Jaboatão era tradicionalmente repleta de engenhos, o mesmo fenômeno aconteceu e hoje os engenhos só conservam os nomes, remetendo sua cana para as usinas. Assim, perdeu-se muito tanto em termos de cultura material, pois a maioria das fábrica e moendas foram destruídas, como imaterial, pois até mesmo as tradições como as festas da botada (início da moagem) e cantigas antigas foram sendo esquecidas. No município de Moreno, por exemplo, apesar da maioria dos antigos engenhos preservarem seus nomes, existem apenas uma roda d'água, que é a do Engenho Seva. Até pouco tempo atrás existia a Roda d'água do Engenho Jaboatão (Jaboatãozinho). Porém, foi levada para um ferro-velho e destruída por moradores locais. Sem falar na expulsão dos moradores do engenho por parte das usinas ou a completa destruição do engenho e seus edifícios (casa-grande, senzala, fábrica e capela). Assim, o patrimônio vai se perdendo pelos interesses individuais ou em nome do "progresso"!